19 de set de 2013

Nosso amor

 Eu sonhei e foi revigorante. Aquilo que a gente só pode encontrar nos sonhos... Daí eu te encontrei. Você falou algo engraçado e eu sorri. Você não entendeu o meu sorriso e sorriu junto. Daqui a pouco estávamos na cama sorrindo tanto um do outro, como sempre. Por que esse sorriso me falta agora? Eu estou tateando no escuro e não o encontro. Acho que subiu poeira demais, talvez tenha atingido nosso humor. É que eu só quero retomar ele de novo.
 É como quando dá uma tontura e você quer voltar novamente ao normal. É como se estivesse tonta, andando por aí cambaleando de dor. Mas não deve ser assim. Porque você é leve, sempre me trouxe leveza. Eu devo estar num pesadelo agora, até pouco nos meus sonhos você sorria. Eu devo retomar o sonho agora, eu devo dormir. Você pode cantar uma canção? Você pode me envolver em seus braços? Você pode esperar eu acordar? Não, não vá antes que eu retome nosso humor. Meu dia começa e termina com o nosso humor. Com o nosso amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário