15 de out de 2014

Amor é uma coisa límpida,
transparente
Um rio que corre, é correnteza:
o desaguar no mar

~ para os dias com gosto de saudade ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário