8 de fev de 2014

Passado

Todos os dias eu tomo uma dose de esquecimento pra tentar não lembrar de ti, e mesmo assim, acabo por nunca esquecer. Como quando a enxaqueca é tão grande que o remédio torna-se ínfimo - apenas o repouso, a quietude, vai fazê-la sumir.

Você que não é doença, não é mal-estar, mas que também não é paz. Você que não é guerra, não é tumulto, mas que também não é calmaria. Você é indecifrável dentro de mim, algo entre o maravilhoso e o péssimo. Você oscila, despenca rapidamente entre uma coisa e outra. Você, cá dentro de mim, bate, espanca meu coração tentando sair, ganhar o mundo... e eu sofro por não encontrar ainda as chaves pra tua liberdade. Ah, como eu queria... Queria te ver pássaro indo embora do meu coração, sorrindo por não tê-lo preso - e assim, não me fazer refém também. Refém do amor que sinto. Esse amor que me prende: corrente amarrada aos pés. Só consigo andar lentamente.

Você, que mora comigo, dorme comigo, está nos meus sonhos, na minha solidão, você que é intocável, impalpável, mas que vibra com uma intensidade, você que insiste em não me abandonar, você que teima em ainda fincar-se em mim, você, você, você. Você não tem nome, você não tem rosto, você não tem idade, mas você tem desejo, você tem teimosia.

Você, que é o meu passado, você me pertence como um presente. Eu tento excluí-lo, para que meu futuro seja livre... como sempre quis, como sempre busquei, como desejei e me sacrifiquei para isso. Eu creio que apenas com o descanso, eu possa ir tateando as cegas os esconderijos do coração e enfim, achar as chaves. A tua liberdade, será minha liberdade.

Hoje estive pensando, como em todos os outros dias, em como fazer pra apagar meu passado. Dai lembrei que apagar é quando ainda tem muita importância. Apagar é fraqueza. Eu preciso viver esse passado, entendê-lo, diluí-lo, digeri-lo, engasgar-me se necessário. Mas eu preciso separar o que foi bom e o que não foi. Eu preciso superá-lo. E aí, eu poderei ser presente. Pensar em um futuro. "Expulsar não basta, tem que parar de pulsar."

Um comentário:

  1. Esse é um dos melhores! Tu tem o poder de tradução dos sentimentos em palavras.

    ResponderExcluir