18 de jan de 2011

sem desesperar

É bom dormir sem pensar em ninguém, acordar sem sonhar com ninguém. É bom sair por aí e não procurar em cada rosto o de alguém específico. É tranquilo viver assim, sem pressa, sem ânsia, sem espera. As coisas fluem tão mais fácil e no final tudo se torna bonito, porque no outro dia o telefone não toca, mas já se sabia que tudo seria dessa forma. E então, ninguém sofre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário