1 de dez de 2010

ele está em tudo, está em nós

 As andorinhas voam e me dizem que a felicidade está por perto. Eu cruzo a rua e me encontro com ela. É bem como olhar para o céu quando o sol está aparente, dói um pouco aos olhos mas a beleza é imensa, e a luz que reflete tanto brilho, cega de satisfação.
 O vento vem, me cruza os cabelos e sopra em meus ouvidos que lá vem a lua cheia, pra iluminar toda a noite; toda a vida. Eu sorrio e saio caminhando de pés descalços sobre a grama nesse pôr-do-sol, porque o amor é toda essa natureza, e não enxergar isso é pura tolice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário